Foto: SNK

Em direção a semana parece ter começado bem agitada na SNK.

Na época atual mais cedo a empresa anunciou, em sua conta oficial no Twitter, que um novo console da empresa vem aí. 

Entende de forma livre, a mensagem passada fica a seguinte:

Cada novo console da SNK está chegando em 2021!

Um sistema para suprir as necessidades tanto de fãs apaixonados quanto de entusiastas de jogos de console!

Foto: Twitter

Mensagem da SNK no Twitter, anunciando um novo console para o ano que vem.

Admirando o comportamento e comentários de fãs e do público em geral pela internet, pude perceber que esta notícia sobre o novo console acabou gerando diversas especulações na cabeça das pessoas

Aquelas que me pareceram mais comuns nas conversas foram as seguintes:

  • O novo console seria algo que não concorreria diretamente com PlayStation 5Xbox Series ou mesmo   Nintendo Switch, mas sim algo que se focaria em ter os jogos da empresa, como os clássicos e talvez alguns dos novos, algo como um sucessor do Neo Geo Mini. Devido ao sucesso do Neo Geo Mini, essa alternativa até seria viável embora não pareça muito interessante, já que não seria algo muito diferente de um produto que já existe.
  • Outra especulação é a que acredita que o novo console não seria somente para os jogos da empresa, mas sim algo para concorrer com os consoles da nova geração de maneira indireta. Seria algo como um console de nicho, somente para jogos de luta e talvez não só jogos da SNK. Isso talvez seria interessante para que as empresas que produzem este tipo de jogo pudessem ter uma margem de lucro melhor nas vendas, porém seria incerto se a quantidade de vendas do console sustentaria de maneira viável o modelo de negócios proposto.
  • Uma outra corrente acredita que a SNK lançaria um console para concorrer diretamente com os da nova geração. Isso para muitos foi entendido como um baita tiro no pé, caso fosse confirmado. Ao mesmo tempo essa especulação é meio que desacreditada por muitos, pelo fato de que seria um movimento de altíssimo risco por parte da empresa.
  • Por último também está sendo especulado que poderia ser algo parecido com o Google Stadia (o símbolo do wi-fi na imagem divulgada pela SNK fez muitas pessoas pensarem nisso). Para aqueles que acreditam nessa possibilidade, o maior receio é ser um fracasso pelo simples fato de que por melhor que fosse trabalhada a tecnologia envolvida, ainda seria algo que muito provavelmente acrescentaria delay na experiência em comparação com um console ou PC padrão, o que não seria nada interessante nem aos fãs e nem aos entusiastas que a empresa quer alcançar.

Independente de qualquer tipo de especulação, o que se sabe de fato é que a SNK exibiu para investidores, no ano passado, planos de lançar um Neo Geo 2 e possivelmente um Neo Geo 3

Em seguida da divulgação destes planos, nenhum detalhe mais profundo que fosse especificamente sobre estes consoles foi divulgado, a não ser que estes consoles não seriam um sucessor direto do Neo Geo Mini e que seriam plataformas “semiabertas”, que permitiriam tanto jogos da própria SNK, talvez alguns já vindo com o console, quanto jogos comprados posteriormente. 

Em frente de tudo isso parece viável esperar pelo dia 7 de janeiro, ocasião que a SNK pode aproveitar para falar algo do novo console, além da exibição do primeiro trailer de fato de  The King of Fighters XV e da revelação de 2 personagens DLC da terceira temporada de Samurai Shodown.

Fora esse assunto sobre o novo console, nesta segunda (14/12/2020) um novo conselheiro chefe foi apontado para ajudar a SNK em suas decisões de negócio. 

O CEO da Manga ProductionsEssam Bukhary, foi apontado pelo conselho administrativo da SNK para o cargo. 

Lhe servirá para auxiliar o CEO e o presidente da empresa em  todos os projetos que a SNK pretende promover. 

Junta futuro, ele planeja revisar e consolidar todas as agendas de licenciamento de propriedades intelectuais, bem como auxiliar para que importantes decisões estratégicas tanto de acionistas  quanto das equipes internas possam ser feitas em tempo hábil.

Essam Bukhary possui diploma de bacharel e mestrado na Universidade de Tóquio e na Universidade Waseda, no Japão, tendo atuado como Oficial de Assuntos Culturais do Ministério da Educação na Embaixada da Arábia Saudita em Tóquio, de 2008 a 2015.

Com início em então, ele atuou como representante da produção de mangá de 2017 até o presente, tendo  realizado colaborações com a SNK, como por exemplo o concurso que trouxe Najd para The King of Fighters XIV. 

Em direção a empresa da qual ele é CEO, a Manga Productions, pertence ao uma empresa chamada MiSK Foundation, que por sua vez pertence ao príncipe coroado da Arábia Saudita, Muhammed bin Salman, que adquiriu recentemente boa parte das ações das SNK.