PlayStation-E3-2017

Com uma apresentação de altos e baixos, a Sony deu conta do recado (Foto: Reprodução).

A Sony realizou sua conferência nesta segunda-feira (12), e trouxe uma enxurrada de detalhes sobre seus exclusivos, como God of War, Days Gone, Horizon: Zero Dawn e o incrível Spider-man. Além disso, tivemos algumas surpresas inesperadas como Monster Hunter: World e o remake do clássico Shadow of the Colossus. Por essa ninguém esperava.

A gigante do entretenimento abriu com a mesma pegada do ano passado, exibindo uma apresentação incrível de música ao vivo, mas dessa vez o contemplado foi Uncharted: The Lost Legacy, que trata-se de um standalone, em outras palavras: ele é um jogo independente, não necessitando que o jogador tenha adquirido, por exemplo, Uncharted 4: A Thief’s End para poder jogá-lo. Dessa vez, a história é focada em Chloe Frazer e Nadine Ross, e o game chega no dia 23 de agosto de 2017.

Depois disso, o palco do belíssimo teatro começou a nevar. Foi mostrado em primeira mão o novo DLC de história de Horizon: Zero Dawn, “The Frozen Wilds”. Aloy terá um grande desafio pela a frente. A previsão é de que o conteúdo saia ainda neste ano.

Mais um exclusivo na grande tela do anfiteatro em Los Angeles: Days Gone. Como já mostrado outrora, o mundo está infestado de “freakers”. Eles estão por toda parte e costumam andar em bandos. Todavia, tivemos novidades, a começar pela a inserção de veículos no gameplay com o protagonista Deacon St. John, andando de moto em meio a uma floresta sinistra repleta de perigos eminentes. E então percebemos que os freakers não são os únicos inimigos. Iremos também lidar com os humanos.

Dos mesmos criadores de Heavy Rain e Beyond: Two Souls, a Quantic Dream, liderada por David Cage, CEO da companhia e a principal mente por de trás dos jogos da empresa, que aposta basicamente em elementos voltados para o abalo moral ou afetivo, dilemas e escolhas morais como característica principal, trouxe mais informações a respeito do seu mais recente game, Detroit: Become Human.

Naturalmente um dos jogos mais esperados da noite era o novo God of War. Com ação insana do começo ao fim, um pouco do enredo foi revelado, bem como novas mecânicas de combate, inimigos e mais da ambientação singular e rústica do game, baseada na mitologia nórdica. E dessa vez Kratos terá companhia – do seu filho, Atreus – do começo ao fim. O jogo sairá apenas no começo de 2018.

No entanto, as grandes “bombas” da conferência ficaram por conta da revelação inesperada de Monster Hunter: World e o remake de Shadow of the Colossus.

O remake, aliás, está graficamente muito bonito. Ambos os jogos sairão apenas no ano de 2018.

Por fim, a Sony fechou a conferência – com chave de ouro – mostrando pela a primeira vez o gameplay do novo Spider-Man, que parece incrível em suas mecânicas e ambientação. Finalmente teremos um bom jogo do saudoso amigo da vizinhança? Movimentação estonteante e gráficos acima da média, a dúvida fica apenas se o enredo irá vingar. Diversão provavelmente não irá faltar…

Outros jogos como Marvel vs Capcom Infinite (19 de setembro), Call of Duty WWII (3 de novembro) e Destiny 2 (6 de setembro) foram mostrados.

Tivemos ainda uma parte dedicada aos games de Realidade Virtual. Muitos jogos apareceram para o VR, como, por exemplo, The Elder Scrolls V: Skyrim, Star Child, The Inpatient, Monster of the Deep: Final Fantasy XV, Bravo Team e Moss, muitas novas IPs com propostas bem interessantes.

E assim foi a conferência da Sony, com um ritmo alucinante, soltando vídeo atrás de vídeo, com pequenas interrupções ao longo dos anúncios do presidente e CEO da Sony Computer Entertainment America, Shawn Layden.

E aí, o que você achou da conferência da Sony? Deixe sua opinião na sessão de comentários abaixo!


Photo: Ícaro Araújo
Jornalista e gamer de coração.
“Nada é verdadeiro, tudo é permitido”