pokemonvoador

Olá caro leitor! Como os tópicos passados foram apenas uma introdução, este será o primeiro post com real conteúdo competitivo. A partir de agora começaremos a tratar de Conceitos Gerais. A ideia é passar para vocês conceitos que são válidos para qualquer geração que você esteja jogando. O que você vai aprender nesse momento inicial pode ser usado tanto para GSC OU (2º Geração) como para ORAS OU (Geração atual), de forma análoga é como se eu estivesse ensinando você a dirigir, logo independente do carro que você utilize o que foi ensinado será válido.

tumblr_my3lcmBWrx1rjenv2o1_500

Agora a parada vai começar a ficar mooonstra!

A primeira impressão que você tem quando começa a jogar Pokémon Competitivo, é que nas partidas você faz um número absurdamente maior de trocas do que quando estar jogando casualmente contra a CPU. Essas trocas são motivadas por dois pensamentos básicos:

1- Buscar um posicionamento vantajoso na partida.

2- Reduzir o dano tomado naquele turno.

Contudo, por de trás desses pensamentos intuitivos, existe a mais básica das mecânicas relacionada aos tipos dos Pokémons…

Observando este REPLAY de caráter didático, obtemos uma iteração entre seis Pokémons. Se você analisar bem, verá que cada um dos Pokémons tem um momento de vantagem sobre outro. Um Earthquake de um Garchomp é capaz de matar um Heatran instantaneamente, pois Heatran por ser dos tipos Fire/Steel toma quatro vezes o dano padrão do Earthquake. Porém, a fraqueza do Heatran ao Garchomp é suprida pelo Togekiss, que por ser Flying/Fairy (é imune a Dragon e Earth) consegue realizar uma troca na frente do Garchomp sem temer seus ataques.

Essa iteração simples nos mostra o mais básico dos conceitos de Pókemon Competitivo: Coverage. A Coverage de um time é a forma como é combinada as imunidades e resistências dos Pokémons buscando a criação de uma equipe capaz de se auto proteger. A ideia central é que, individualmente cada Pokémon tem suas resistências e fraquezas, mas quando combinados, as resistências de uns suprem as fraquezas de outros (como no caso Heatran + Togekiss) tornando o time sólido, sinérgico e utopicamente inquebrável.

celetran

Celetran é uma combinação clássica que com apenas 2 pokémons consegue se defender de quase todos os types (apenas Ghost, Dark e Rock furam essa Cover)

A movimentação ocorrida durante o Replay observado anteriormente é fruto do choque entre a Coverage de ambos os times. Basicamente se você tem a vantagem sobre o Pokémon adversário, você permanece em campo e ataca, já o seu Oponente por estar na desvantagem é obrigado a utilizar da Coverage para realizar uma troca que o permita se defender bem.

Analisando bem o Replay, você consegue perceber que se as interações de Coverage forem seguidas a risca por ambos os jogadores, todo turno a vantagem passa de um para o outro como um Ping-Pong. A questão é, você como jogador não quer ceder esta vantagem, pois obviamente ela que define quem vence.

Se você compreende bem a Coverage do seu time e a do time do seu oponente, você consegue mapear as possíveis movimentações que ele pode fazer e sair do escopo dessa Coverage, buscando uma jogada mais avançada que se bem sucedida irá garantir que você não ceda vantagem de jogo ao oponente (tema de posts futuros).

Com esse post fica claro que, se você não tem uma boa sinergia no seu time definida pela Coverage dele, facilmente um oponente achará formas de danificar consideravelmente sua equipe. E também que, a Coverage é um conceito a nível de construção de time, se basear nela para suas jogadas nem sempre é a melhor maneira de fazer um turno.

Tenha em mente, Coverage é um indicador entre muitos outros que vão ser levados em conta e o ajudaram a fazer a melhor jogada possível no turno. Não seja o jogador que só “clica super-efeito”, pense fora da caixa!
Esperamos que esteja curtindo o conteúdo. Se tiver dúvidas e/ou sugestões, deixe um comentário! Agradeço a atenção, nos vemos semana que vem.

Autor: Junior Azevedo