Olá gamers, mais uma sexta-feira de Momento Retrô para vocês. A coluna hoje vem com o jogo Phantasy Star, laçando para Master System pela Sega e no Brasil, pela TecToy!

boxarten

Para você, fã de RPG e retrô gamer, com certeza deve ter jogado Phantasy Star. O jogo é um dos primeiros RPGs, sendo lançado com quase uma semana de diferença de Final Fantasy no Japão em 1987. Já no Brasil foi lançado em 1991 pela TecToy, que teve a brilhante iniciativa de traduzir alguns games e também de produzir seus próprios jogos, que foram lançados somente no mercado brasileiro. Obrigado TecToy!

A ideia de criar o jogo partiu de uma pesquisa feita pela Sega, através do seu fã clube japonês, onde foi apontado os RPGs da Nintendo como os mais aguardados do ano. Com isso, a empresa pode ver que estava devendo ao seu público um RPG tão bom quanto. Assim, escalou a design Rieko Kodama, que trabalhou com os arcades da empresa e na criação de Alex Kidd, e também Yuji Naka, que depois ficou famoso por criar o Sonic. Com isso já dá para saber que seria um baita RPG.

hqdefault

A história de Phatasy Star conta que o sistema solar de Algol era governado pelo Rei Lassic, que virou um tirano ao descobrir uma religião que prometia imortalidade. Nero, irmão da protagonista do jogo, é um dos líderes da resistência contra Lassic e acabou sendo morto na frente de Alis pelos guardas ao tentar atacar o Rei. Antes de morrer, Nero conta a irmã que Lassic está conduzindo o mundo a destruição e que ela deve procurar um guerreiro chamado Odin e que os dois juntos poderiam pará-lo. Alis então jura vingar a morte de seu irmão e é com isso que a história vai se desenrolando ao longo do jogo.

Pstarp1

Um dos grandes diferenciais do jogo é que o personagem principal não é um homem e sim uma mulher! Alis é uma das primeiras mulheres protagonista no mundo dos jogos, sendo a pioneira nos RPGs. Na época, as personagens femininas eram retratadas como frágeis e indefesas, sempre sendo salvas pelos protagonistas dos jogos. A Sega realmente inovou com Phantasy Star, pois Alis é uma personagem esperta e corajosa, e não precisou usar roupas chamativas ou apelativas, nem por isso deixou de ser carismática. Ela abriu as portas para que mais protagonistas mulheres pudessem aparecer nos jogos, pena que pouca gente lembra dela.

psport2O jogo conta com três planetas exploráveis: Palma (o planeta verde, onde começa a aventura), Motávia (planeta deserto) e Dezois (o planeta coberto de gelo). Depois de um tempo é possível pegar uma nave em um local determinado no planeta, e viajar entre os mundos, onde cada um tem seu próprio povo e sua própria cultura.

Kodama conta que na hora de criar o universo de Phantasy Star, juntou o aprendeu com Star Wars e incluiu aspectos medievais, por isso que se encontram bastantes elementos da Idade Média em um jogo de ficção científica. Durante o decorrer da aventura, pode-se formar uma equipe com Myau, Odin e Noah, onde se pode alternar entre eles nas batalhas. O que no começo da jornada o objetivo parece ser vingar a morte de Nero, no desenrolar da história nota-se que o propósito é outro: salvar os habitantes de Algol da devastação causada por Lassic.

Phantasy Star d

3879799888_b12fe797ce

E então? Gostaram do Momento Retrô dessa semana? Vejo vocês semana que vem!


viviam

Vívian Kim
Estudante de Jogos Digitais e Level Designer.
“Os jogos ainda irão dominar o mundo”