Certamente muita coisa mudou desde a década de 90 pra cá. O que hoje vemos empresas querendo emplacar o próximo Battle Royale de sucesso, naquela época, as empresas precisavam usar mais da criatividade para criar mascotes e personagens carismáticos. A corrida em busca do mascote ideal nos presenteou com vários personagens inusitados, desde um ouriço velocista, monstrinhos, garoto pré-histórico e acreditem, até uma luva ganhou vida.

Exceto aquele que veio se tornar a cara da SEGA, talvez o “mascote estranho” que mais fez sucesso foi uma minhoca vestida de astronauta, que cativou os jogadores com gráficos belíssimos e jogabilidade divinissima, Earthworm Jim foi eternizado pelos fãs ao longo de 25 anos, prometendo voltar em 2020 ao Intellivision Amico.

capa

Jim era apenas uma minhoca normal quando o super-traje high tech indestrutível criado pelo Professor Monkey-For-A-Head para a Rainha Slug-For-A-Butt, é perdido pelo caçador de recompensas Psy-Crow e acaba caindo na terra. Jim, então, se esconde no traje após fugir de corvos, o que acaba evoluindo Jim, ficando maior e inteligente. Após a transformação, ele escuta uma conversa entre Psy-Crow e a Rainha Slug-For-a-Butt e acaba sabendo mais sobre o traje e também sobre as intenções da rainha para com sua irmã gêmea, a Princesa What’s-Her-Name. Movido pela coragem, Jim decide partir pela galáxia e salvar a princesa.

Earthworm Jim é também um tanto inocente e infantil, consegue ser enganado por inimigos (mal) fantasiados e pensa pouco antes de entrar nas batalhas, defendendo sempre o seu lema de “quando tudo falhar, comece a atirar”. Jim possui um sotaque forte, típico da região sul dos Estados Unidos evidente em frases como “Groovy!” e “Whoa Nelly!”.

12 34

Quando a Playmates Toy viu o sucesso com a licença de Tartarugas Ninja, decidiram iniciar sua própria franquia de videogames, tendo principalmente Sonic The Hedgehog como sua principal referência. O que foi uma abordagem rara na época, a empresa de brinquedos de Hong Kong criou o projeto do jogo com um esboço simples de Douglas TenNapel de uma minhoca e apresentaram a Shiny Entertainment. Com isso, o programador David Perry comprou os direitos de Earthworm Jim e começaram a desenvolver o jogo. TenNapel fez o projeto do game e foi nivelando e moldando a personalidade de Jim, enquanto Parry e outros programadores criaram as mecânicas e os cenários.

A atmosfera louca do jogo, o mundo e seus personagens eram um reflexo da restrição que a empresa tinha de fazer apenas jogos licenciados. Devido a isso, foi adicionado várias sátiras a jogos de plataforma, principalmente nos nomes dos personagens como o da Princesa What’s-Her-Name”, referente aos inúmeros jogos onde o protagonista tem que salvar a princesa.

56 78

O jogo foi lançado em 1994 para SEGA Genesis e a versão do SNES saiu um pouco mais tarde. A versão do SNES possui certas diferenças em relação a versão da rival como gráficos alterados, fundos alternativos e os efeitos especiais, o que acabou faltando foram alguns efeitos sonoros e também um nível que estava incluso na versão do Mega Drive. A Resposta da SEGA diante a isso, foi a de que a versão para seu console foi mais fácil de compactar e que acabou sobrando espaço para mais um nível. Mais tarde, Nick Bruty comentou em entrevista que a SEGA pediu a Shiny Entertainment para adicionar um nível exclusivo para a versão do Genesis, em troca, a empresa reduziu o custo do cartucho. Nick também confirmou que o nível foi projetado durante a madrugada e completou a codificação e o teste no restante do dia, dia antes mesmo do cartucho ser enviado para impressão.

Para promover o lançamento do jogo para o SNES, foi feito um comercial de televisão onde uma idosa conta uma história de ninar de Earthworm Jim enquanto come minhocas assistindo TV. As redes de televisão receberam inúmeras queixas de telespectadores com náuseas devido ao comercial, que deixou de ser exibido nas estações em Portland, Spokane e Sacramento.

Posteriormente foi lançada uma versão em CD para Sega CD e Windows 95, baseada na versão de Mega Drive, contendo todos os níveis, além de sessões estendidas para alguns níveis e também um nível completamente novo chamado “Big Bruty”. Essa versão também foi a única a receber uma nova trilha sonora remixada, 1000 quadros a mais de animação e finais alternativos ao finalizar o jogo no difícil e fácil, onde o narrador apresenta mais sobre o universo das minhocas.

910 1112

Curiosidades:

A versão japonesa de Earthworm Jim foi disponível somente através do Sega Channel Service.

Uma outra versão especial lançada para o Sega Channel possuía um concurso chamado The Great Earthworm Jim Race. Em uma das salas secretas, uma senha e um número de telefone foram exibidos quando atingiu os 200 primeiros jogadores, aqueles que ligaram para o número, foram premiados.

A Eurocom postou uma versão comprimida para Game Boy, que acabou sendo barrada devido a falta de cor, detalhes gráficos devido ao processador, tamanho reduzido da tela e a falta de botões, o que comprometeu a jogabilidade.

Foi criada a partir da versão do Game Gear uma versão para Sega Master System, disponível apenas no Brasil, porém, essa versão contém apenas quatro níveis e o chefão “What The Heck?” ficou de fora.

O estúdio alemão Softgold planejou produzir uma versão de Earthworm Jim para Atari Jaguar e Atari Jaguar CD, mas nunca foi terminada devido a saída de Normen Kowalewski da Atari, principal desenvolvedor do projeto.

Earthworm Jim foi o primeiro jogo a receber a pontuação perfeita de 100% na União Europeia pela revista Games Master.

Dados Técnicos:

Nome: Earthworm Jim

Data de lançamento: Mega Drive; 1994(NA-EU) SNES; Outubro de 1994(NA) e 16 de Dezembro de 1994 (EU)

Desenvolvedora: Shiny Entertainment

Publisher: NA; Playmates Interactive EU; Virgin Interactive Entertainment

Plataformas: Mega Drive, Super Nintendo Entertainment System, Sega CD(1995), Sega Game Gear(1995), Game Boy(1995), Windows 95(1995), MS-DOS(1996), Sega Master System(1996), Game Boy Advance(2001)

E ai galera, curtiram esse Momento Retrô? Vocês também acham estranho os nomes dos personagens assim como eu? Vejo vocês na próxima!


viviam

Vívian Kim
Estudante de Jogos Digitais e Level Designer.
“Os jogos ainda irão dominar o mundo”