Quando eu era mais jovem, uma das coisas que eu mais fazia era passar na HYPER GAMES uma casa de arcades ou fliperama que existia no centro de fortaleza. Eram várias máquinas, mas uma em especial chamava a minha atenção e não era pelo seu tamanho avantajado em relação às outras! Era logo a primeira da loja, uma cabina com assento, volante, câmbio pra trocar de marcha, e até pedais de aceleração e freio que deixavam a coisa toda com uma baita cara de simulador de direção Na lateral da cabina vinha estampado um logo que lembrava a placa de uma rodovia norte-americana, e quando se olhava para a tela, qualquer dúvida sobre a possibilidade daquilo ser um simulador ficava para trás.

           

Sim, todos os retro aventureiros pilotos que sentavam naquelas cabinas enormes para acelerar aqueles carros carros turbinados que respondiam empinando e girando no ar, obviamente já sabem que estou falando de Cruis’n USA, um divertido jogo de corrida desenvolvido pela Midway que, mais tarde, seria portado para o Nintendo 64, dois anos depois do lançamento para os arcades. E apesar das diferenças, a versão do console da Nintendo não deixou nada a desejar.

Lançado em 1996 para a recém chegada plataforma da Nintendo, Cruis’n USA foi inicialmente planejado para ser um título de lançamento do console, mas por questões técnicas, como a óbvia diferença de potencial entre os arcades e o console, o lançamento do jogo acabou sofrendo alguns meses de atraso, chegando às lojas só no final daquele ano. E mesmo sendo um título bem esperado pelos donos de N64.

  

Foram poucas as alterações feitas, a maioria delas em relação a gráficos e sons que sofreram um perceptíveldowngrade em relação ao Arcade, mas provavelmente a mais visível delas e que deixou muita gente chateada foi a da bela moça que entrega o troféu no final da corridaquando chegamos em primeiro lugar. No arcade ela estava vestida simplesmente com um biquíni, enquanto na versão do N64, a puritana Nintendo tratou de vesti-la  com uma blusa que acabava tapando praticamente tudo!

A mecânica do jogo continuou intacta: assim como diversos jogos de corrida para arcades, Cruis’n USA é um jogo point-to-point, o clássico estilo de corrida onde o objetivo é alcançar o checkpoint antes que o tempo esgote, tendo como obstáculo os outros corredores rivais e o tráfego rodoviário local. Mas se a tarefa é complicada nos arcades, no console ela pode se tornar ridícula graças aos vários níveis de dificuldade, cinco no total, além de mais opções que podiam facilitar ainda mais o jogo, como por exemplo, a possibilidade de desligar o tráfego.

VEJA O VÍDEO:

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS:

Cruis’n USA
Cruis'n USA for N64, Front Cover.jpg

North American Nintendo 64 cover art
Developer(s) Midway Games (arcade)
Williams (Nintendo 64)
Publisher(s) Nintendo
Designer(s) Eugene Jarvis (director)
Programmer(s) Eric Pribyl (lead software)
Carl Mey
Artist(s) Xion Cooper
Ted Barber
Composer(s) Vince Pontarelli[1]
Series Cruis’n
Platform(s) Arcade
Nintendo 64
Release date(s) Arcade

  • NA November 1994

Nintendo 64

  • NA December 3, 1996
  • EU April 12, 1998
Genre(s) Racing
Mode(s) Single-player, multiplayer
Arcade system Midway V Unit
Display Raster
512 x 400 resolution
Horizontal orientation

Apoio: RETROGAMER – FORTALEZA