Screenshot_2017-03-30-21-39-07-33j4pwopcwphtcof5ogcne

E aí, queridos e queridas, sejam todos muito bem-vindos a mais um Mobilezando, essa que é a coluna da UCEG mais antiga cujo ainda tem seu criador original na escrita. Estão todos bem? Como é bom estar aqui mais uma semana escrevendo para vocês. O Jogo dessa semana irá nos remeter a saudosa época dos jogos de naves nos fliperamas. Então apertem os cintos e boa leitura!

Jogo: Retro Shooting;
Tamanho: 61 Mb;
Oferecido por: Livezen Corp.;
Para: IOS e Android.

Atualmente virou tendência fazer remakes de jogos antigos, e Retro Shooting é mais uma dose clássica que trago para vocês.

Jogabilidade:  8/10

Pegar jogos antigos e tentar adapta-lós a uma telinha de smartphone ou tablet é uma tarefa às vezes muito difícil. Retro Shootting tenta fazer com que a experiência seja a mais próxima possível de um fliperama. O jogo consiste em controlar uma nave que atira continuamente, bem como explodir naves inimigas. Ao longo da fase sua astronave vai ficando com tiros teleguiados e uma maior quantidade de disparos, e isto só é possível pegando os power-ups que os inimigos mais “fortes” deixam no ar ao longo da fase. O jogador controla a posição na tela da nave apenas com um dedo, e tocando na tela com dois dedos, temos a opção de três poderes fora a cadência de tiros normal da nave, são eles: um raio laser, bombas e um escudo de energia. O intuito principal é derrotar todos os boss (chefões) que aparecerão ao longo da jornada.

Desempenho:  9/10

Não demora muito para perceber que apesar de um jogo onde muitas coisas acontecem de forma simultânea, muitos tiros e cores vibrantes na tela, Retro Shooting não é daqueles jogos que levam toda a memória RAM do seu gadget. Além de ocupar pouco espaço de RAM e de memória em geral, ele é um game que não exige conexão nenhuma com rede de internet para jogá-lo, ou seja, totalmente offline, excelente para qualquer fila de banco ou até aulas chatas.

Gráficos:  8.5/10

Retro Shooting usa um visual no estilo de Minecraft (voxel), onde o fundo das fases e mundos são poligonais e bem coloridos, justamente para que seja notório a mudança de local. Apesar de um visual mais simples, a nave responde bem aos movimentos, já que na maior parte do tempo você estará desviando dos vários tiros vindo em sua direção. As naves, aliás, são bem desenhadas e possuem características únicas, fugindo de um padrão de vilões iguaizinhos. Um grande trunfo que o game apresenta é sua espetacular trilha sonora, que é bem divertida e imersiva, trazendo toda a experiência de aniquilar as naves inimigas.

Retro-Shooting-2

Avaliação final: 8.5

Para um “simples” jogo de nave, Retro Shooting traz diversão e dificuldade ao mesmo tempo, pois da mesma forma que é prazeroso ir melhorando sua nave ao longo das fases, também é um pouco difícil se manter vivo depois de umas fases do jogo. Por fim aos que puderam jogar algum jogo de shoot’n up dos anos 80-90, poderá sentir uma boa nostalgia ao jogar o Retro Shooting.

Links para download:

Android: PlayGoogle
IOS: ItunesApple

Por hoje é só pessoal, agradeço pela paciência e leitura. Críticas, sugestões e comentários serão sempre muito bem vindas!

Obrigado e até a próxima semana com mais um Mobilezando! 😀


10649904_947268718700477_5141063123742980764_nAlessio Chaves
Formando no curso integrado de informática pelo IFCE, graduado no curso “open CG” pela Gracom, secretário Geral da UCEG e host do Quebrando o Controle.
“Pode-se dizer que sou levemente autista que ama games e faz deles um hobby para alegrar as pessoas.”