Nosso amigo Marcus Garret, está lançando mais um livro “Jogos Eletrônicos & Eu: Crônicas de um Passado Presente”. A obra relembra, a partir de seu olhar “clínico”, os difíceis e divertidos anos em que os jogos eletrônicos chegaram ao Brasil, analisando o período de 1979 a 1994.

Garret também foi autor  autor de “1983+1984: Quando os Videogames Chegaram” (que já indicamos aqui) e coeditor da revista “Jogos 80”, agora o pesquisador publica uma obra que remonta 15 anos de recordações, relatos, “causos”, situações engraçadas, curiosidades e mesmo passagens dolorosas em sua vida: lembranças revisitadas por quem foi personagem e testemunha ocular dos acontecimentos – ilustradas com fotografias do acervo pessoal.

livro

Resumo da obra:

“Dos primeiros telejogos, minigames do tipo Game & Watch e relógios com jogos, passando pelos videogames que inauguraram aquela diversão eletrônica no Brasil, tais como o Odyssey, o Atari e o Intellivision, até os pioneiros microcomputadores “clones”, ou seja, máquinas nacionais que copiavam as linhas Apple II, ZX Spectrum, TRS-80 e outras… está tudo neste livro! Ao ler estas páginas, você poderá acompanhar a evolução tecnológica das novidades da época, produtos que aqui chegavam com vários anos de atraso em relação aos lançamentos nos países de origem.

Preparado para esta divertida viagem pela memória? ”

O livro esta disponível em sua versão digital no site: http://www.memoriadovideogame.com.br/index.php?page=jogos-eletronicos-e-eu

Vale a pena ler!


Izequiel Norões
Professor, Analista de Sistemas, Diretor da UCEG e pai do Icaro.
“Os jogos podem mudar o mundo”