Akipman

Olá pessoal! Estamos de volta com mais uma matéria do Ideias em Jogo e como todos sabem essa coluna tem buscado tratar de CULTURA GAMER, isso mesmo, games tem muita cultura! E o que seria da Cultura sem suas personalidades e pessoas que marcaram a história dos videogames?

Vamos iniciar com alguém que com certeza significa muito nesta história, e o melhor, continua na ativa com um projeto em andamento que pode e vai mais uma vez revolucionar o conceito de interação homem x máquina. Estamos falando de Alex Kipman, o inventor do Kinect.

Alex Kipman, apesar do nome muito gringo é Brazuca! Isso mesmo o cara á brasileiro, e nascido em Curitiba em 1979. Ele é descrito pela Microsoft como o visionário que desenvolveu o sensor para jogos Kinect. Acoplado ao console Xbox 360 e hoje no ONE (na sua segunda versão), este sensor permitiu que o próprio corpo do jogador substituísse o joystick nos games. Quando foi lançado, em 2010, o Kinect teve 8 milhões de unidades vendidas em 60 dias, tornando-se o dispositivo para jogos de venda mais rápida na história.

Alex é filho do diplomata, Igor Kipman e da professora de biologia Roseana Aben-Athar Kipman. Aos 5 anos ganhou um Atari e deste momento em diante sua ligação com a tecnologia e games ficou evidente, até o ano de 2001, onde se formou  em engenharia no Rochester Institute of Technology (RIT) de Nova York (onde foi homenageado em 2013 – ver vídeo a seguir), e logo em seguida foi trabalhar na Microsoft. Lá, iniciou com pequisas de ferramentas de software e servidores, mas evoluiu suas pesquisas, juntou sua capacidade de inovação tecnológica com a paixão por videogames e reuniu o necessário para tornar o Kinect realidade. Como gerente-geral de incubação do Xbox, recebeu em 2010 um prêmio por sua destacada liderança técnica no projeto Kinect e passou a fazer parte da “Parede da Fama” da empresa, bem como segundo a revista Época figurou entre os 100 mais influentes brasileiros daquele ano.

O Projeto Natal
Kipman, liderou uma equipe de encubação na Microsoft onde iniciou pesquisas relacionadas a captura e sensores de movimento, assim iniciou o PROJETO NATAL, que originou o que conhecemos hoje como Kinect. O nome “Natal” faz referência a cidade brasileira de Natal no Rio Grande do Norte.  Kipman, escolheu a cidade de Natal como um tributo a seu País. Além disso, ele sabia que Natal também significa nascer, em latim. Considerando o novo público que seria atraído ao Xbox 360 pela novidade, o nome encaixou perfeitamente”, segundo a Microsoft.

Segundo Kipman, a intenção era levar ao jogador uma experiência mais natural de jogar videogame, dispensando o uso de um controle físico e, dessa forma, atraindo o interesse de mais pessoas para os games. Foi um avanço em relação ao concorrente, o Nintendo Wii, considerado revolucionário quando foi lançado em 2006. O videogame criado pela empresa japonesa também utiliza movimentos como comandos, mas não elimina o joystick. Diferentemente das câmeras convencionais dos consoles e dos PCs, o Kinect utiliza uma tecnologia que consegue mapear o jogador em três dimensões. Assim, o sistema consegue saber onde estão braços, pernas e cabeça do jogador, interpretando os movimentos. Em games de corrida, o jogador só precisa levantar os braços, fazendo de conta que está segurando um volante, para pilotar o veículo; em jogos de dança, é necessário realizar os mesmos movimentos que aparecem na tela.

Veja a TechDemo de lançamento do projeto na E3 de 2009, que em 2010 foi lançado com o nome de Kinect.

Entrevista de Kipman falando sobre o Projeto Natal em 2009 na E3:

O que vem por ai…

Depois de lançado o novo Kinect da Microsoft, os limites para a interação homem x máquina foram ainda mais explorados, pouco antes do lançamento de sua nova versão surgiram rumores de um novo projeto denominado Fortaleza, dessa vez em homenagem a nossa capital cearense \o/. Poucos meses do lançamento do XBOX ONE os rumores apontavam o nome “Road to Fortaleza,” que seria algo que levaria a um novo projeto, o qual seria incorporado ao novo console da Microsoft, como vemos na imagem a seguir.

Imagens que supostamente vazaram antes do lançamento do XBOX ONE

Imagens que supostamente vazaram antes do lançamento do XBOX ONE

O que na realidade aconteceu, segundo o próprio Kipman que nos informou pelo seu twitter (@akipman), foi o desenvolvimento do denominado Projeto Fortaleza deu origem ao que hoje é o Microsoft Hololens, que é o primeiro computador holográfico totalmente solto que podemos usar e ver através deste. Ele permite que os hologramas de alta definição possam “vir a vida” em seu mundo, integrando com seus lugares físicos , espaços e coisas. O que figura o que chamamos  de experiência de realidade mista – Hologramas misturados com o seu mundo real permitem desbloquear todos os novos modos de criar , comunicar , trabalhar e jogar.

Vejamos a apresentação deste projeto que possivelmente em breve estará com a nova versão do Windows 10 e no console XBOX ONE. Conheçam o Windows holográfico!

É isso ai! Temos este grande brasileiro em destaque e agradecemos ao Sr. Kipman por sua capacidade criativa, esperamos que possamos em breve ter mais e mais maneiras de jogar. Até a próxima semana pessoal!

Autor: Izequiel Norões