maxresdefault[1]

O game talk de hoje entra no clima dos esportes, ontem, dia 05 de fevereiro foi a final da NFL, evento conhecido como SuperBowl! Você deve conhecer os bastidores do evento, os famosos shows que rolam durante o intervalo e trailers e propagandas que são lançadas nesse dia, devido a grande audiência do evento. Contudo, você sabia da forte ligação do jogo de videogame com o mundo real ? Digamos que tal ligação não é muito bem vista pelos atletas!

No mundo dos jogos digitais, o futebol americano é representado pelo Madden NFL, da EA, o jogo leva o nome do lendário técnico do Okland Raiders, John Madden, que posteriormente virou um dos maiores comentaristas do esporte. Assim, em 1990 o primeiro jogo foi lançado com o Apresentador na capa.

madden1990[1]

Desde então o jogo é referência entre jogos de esportes, a partir do ano de 1999 as capas deixaram de exibir o lendário Madden e começaram a homenagear os jogadores, foi ai que tudo começou.

Madden 99 – Garrison Hearst

4392-1[1]

Após ser eleito o primeiro jogador a figurar na capa do jogo, Garrison Hearst, running back do San Francisco 49ers, quebrou records no ano anterior como o de maior número de jardas recebidas ou corridas, entretanto, na segunda partida dos playoffs, o jogador sofreu uma terrível lesão o qual o afastou dos gramados por 2 anos somente para se tratar devido a complicações durante a cirurgia para restaurar seu tornozelo quebrado!

Madden 2000 – Barry Sanders –   Dorsey Levens

Madden_2000[1]

Outro Running back, considerado um dos maiores de todos os tempos, um fato curioso é que a ‘maldição’ ocorreu de forma diferente, logo após ser anunciado como a capa do jogo, o jogador anunciou aposentadoria de forma repentina e precoce, o que levou diversas pessoas a argumentarem por qual motivo ele teria tomado tal decisão. Assim, a EA tratou de substituir o atleta por outro jogador dorsey levens, que teve campanhas espetaculares em green bay, porém, devido a lesões que limitaram o atleta na temporada de 99′, o jogador não foi muito bem na temporada seguinte, o que levou a sua dispensa em 2001!

Madden 2002 – Daunte Culpepper

madden20021-e1334779141240[1]

Somente alungs meses após ser nomeado como o atleta da capa do novo Madden, Daunte Culpepper sofreu uma grave lesão no joelho, o que lhe afastou do restante da temporada de 2001, mesmo com sua volta na temporada seguinte, o jogador teve uma de suas piores temporadas na carreira, tendo mais interceptações do que passes para touchdown!

Madden 2004 – Michael Vick

Madden-04-560x545[1]

Sem dúvida um dos jogadores mais explosivos que já passaram pela liga. Entretanto isso não foi capaz de salvar Vick da tenebrosa maldição, o jogador sofreu uma fratura na perna ainda na pré-temporada e perdeu 11 jogos na temporada em que foi eleito como cover atlhlete!

 

Madden 2005 – Ray Lewis

madden2005[1]

Ray Lewis é até hoje considerado um dos maiores jogadores de defesa de todos os tempos, mas suas habilidades segurando o ataque adversário não foram suficientes para segurar a maldição, embora na temporada em que foi nomeado a capa o jogador tenha tido bons números, logo no ano seguinte, teve de interromper a temporada depois da semana 6 devido a uma lesão e terminou a temporada sem nenhum interceptação, além dos Ravens não se classificarem para os playoffs!

 

Madden 2006 – Donovan McNabb

madden06more[1]

Com absoluta certeza um dos jogadores que mais sofreu com a ‘maldição’, McNabb sofreu com uma lesão na virilha e no ano seguinte rompeu o ligamento cruzado anterior de seu joelho, o que com que o jogador nunca mais fosse o mesmo e encerrando sua carreira em 2011.

 

Madden 2007 – Shaun Alexander

8-Madden-NFL-07-Shaun-Alexander-madden-nfl-covers[1]

O jogador do Seattle Seahawks recebeu o prêmio de melhor jogador mais valioso no ano anterior e liderou a equipe a final da liga, porém no ano seguinte onde foi a capa do jogo, sofreu uma fratura no pé na semana 3 e no ano seguinte teve múltiplas lesões.

Madden 2009 – Brett Frave

brett-favre-madden-nfl-09[1]

Em comemoração dos 20 anos do jogo, a EA decidiu apostar em um jogador recém aposentado e um dos maiores de todos os tempos em sua posição, Brett Frave, que havia se aposentado recentemente do Green Bay Packers. Assim, o jogador estaria livre da tal maldição, mas não foi muito bem o que aconteceu. Frave retornou no mesmo ano e foi jogar no New York Jets, e teve uma de suas piores temporadas onde se lesionou e o time não foi capaz de alcançar os playoffs.

Madden 2012 – Peyton Hillis

article-hillis-1016[1]

Para o jogador do Cleveland Browns a maldição começou fora de campo. Hillis se meteu em várias confusões extra-campo, como incidentes em casas de show na cidade de cleveland O Atleta ainda perdeu alguns jogos na temporada e teve um de suas piores marcas nao passando das 500 jardas corrias, o que fez com que seu contrato com o time não fosse renovado.

Madden 2013 – Cavin Johnson ‘MEGATRON’

jaquette-madden-nfl-13-playstation-3-ps3-cover-avant-g-1346330754[1]

Nesse ano tivemos o efeito reverso, Calvin Johnson, conhecido como Megatron, teve uma temporada memorável, ele quebrou o recorde de maior número de jardas recebidas que perdurava a anos ao lendário Jerry Rice, além de igualar o record com o maior número de jogos com 100 jardas ou mais de recepção, parecia que a maldição finalmente chegaria ao fim!

Madden 2014 – Adrian Peterson

2014a[1]

O jogador veio de uma temporada fenomenal no ano anterior onde se sagrou o jogador mais valioso da liga após correr para mais de 2000 jardas, um dos 3 únicos jogadores a conseguir tal façanha, porém a maldição que parecia ter sido quebrada no ano anterior pelo Megatron retornou. Peterson começou a temporada com um Touchdown para mais de 78 jardas, porém, a partir dai o jogador teve péssimas atuações e teve de lidar com uma lesão no pé durante toda temporada e viu seu time acabar com um recorde negativo ao final do ano, 5 vitórias, 10 derrotas e 1 empate.

Madden 2016 – Rob Gronkowski 

rob-gronkowski-madden.nfl-17[1]

Para este ano, o jogador eleito foi Rob Gronkowski do New England patrios. O atleta é sem dúvida um dos mais dominantes desta geração da NFL, porém batalou a temporada inteira com lesões e teve a sua temporada encerrada na semana 13 deste ano. Porém o fato curiosos é que mesmo fora do time, Gronk se sagrou campeão da NFL no último dia 5 de fevereiro, quando viu seu time liderado por Tom Brady se recuerpar elevar o título depois da maior virada em uma final, parece que o ano não foi tão ruin assim para ele não foi ?

 

Encerramos aqui a coluna de hoje, trazendo um paralelo do assunto da semana no mundo dos esportes com os jogos eletrônicos!