Nos últimos tempos, o mercado editorial de revistas de videogames foi revigorado. Warpzone, editora Europa e diversos fanzines que estão sendo publicados online e fisicamente deram um novo fôlego para o público de retrogamers.

Hoje falaremos sobre a primeira temporada de uma coleção de livros que me fisgou desde o início: O Dossiê OLD!Gamer, publicado pela editora Europa.

Aqui um breve parêntese. Abre. Como esta coluna começou há pouco tempo neste artigo trataremos de toda a primeira temporada desta coleção Dossiê OLD!Gamer, falando em um só artigo sobre todos os 7 livros que compõem o primeiro ano da publicação. No próximo artigo sobre esta coleção, trataremos da segunda temporada (composta por 6 livros), como estamos fazendo com este, concentrando tudo em um só artigo. A partir do terceiro ano da série (já anunciado), trataremos de forma individualizada livro por livro, dando maior atenção ao conteúdo de cada um. Fecha parêntese.

A OLD!Gamer surgiu como revista, em moldes parecidos com a Warpzone. Tematizadas por tipos de jogos ou consoles e, de cara, conquistou um público fiel. Entretanto, com o passar de algumas edições, a editora mudou sua abordagem, resolvendo lançar livros tematizados por console, resultando no lançamento da coleção Dossiê OLD!Gamer.

Os livros desta coleção contam com ótima qualidade de impressão, com folhas internas todas coloridas e com papel couché, em formato 15cmx21,5cm, tamanho um pouquinho maior do que revistas em quadrinho em formatinho. Em geral, as edições têm entre 220 e 300 páginas, com preço de capa em torno de R$ 45,00, podendo ser encontrado mais em conta em diversos sites, livrarias e até bancas de revista.

Em todos os volumes, a estrutura organizacional do conteúdo é rigorosamente a mesma, com uma divisão clara em 2 grandes partes. A primeira fala do videogame de forma ampla. Começa com a história do videogame abordado e falando sobre seu respectivo fabricante, a difusão do aparelho no Brasil, tudo com fotos da época e diversas imagens de publicidade dos fabricantes quando dos lançamentos dos consoles e jogos. Ainda são apresentados os principais nomes por trás do console, incluindo dirigentes da fabricante à época do lançamento, engenheiros de hardware e principais desenvolvedores de jogos. Em seguida se aborda o hardware, tratando tanto do console em si (e variações) quando de diversos add-ons e acessórios para o sistema, também acompanhado de diversas fotos.

OLD!Gamer1

A segunda e maior parte de cada livro se concentra nos principais jogos de cada console, com apresentação de breve sinopse e ficha técnica. Muitos com fotos de telas de jogo. Os jogos são apresentados ano a ano, o que é interessantíssimo para vermos a evolução dos jogos de um sistema ao longo dos anos.

OLD!Gamer2

O primeiro volume tratou de abordar o Master System. Dois destaques desta edição ficam para a apresentação da grande variedade de modelos lançados pela TecToy no Brasil e da longevidade do console, que teve jogos lançados até o ano de 1998!

OLD!Gamer3

Já no segundo volume tratou de falar do Super Nintendo. Muito bacana o estudo sobre a Gradiente no Brasil (representante da Nintendo)! São apresentadas sinopses e fichas técnicas de nada mais nada menos que 551 jogos!

OLD!Gamer4

Em seguida, tivemos o volume dedicado ao primeiro PlayStation. Mantendo estrutura parecida com as demais edições, nesta são abordados incríveis 580 jogos do console. Destaque para as imagens dos jogos, onde se verifica uma evolução constante dos softwares ao longo dos anos de vida do console.

OLD!Gamer5

O quarto volume trata do Mega Drive. A seção sobre os acessórios e add-ons é um verdadeiro deleite, apresentando uma variedade incrível de itens! Quanto aos jogos, são 612 games abordados. Aqui um breve comentário. Na primeira coluna Contracapa falamos do livro Mega Drive Definitivo da editora Warpzone (http://ucegamers.com.br/siteuceg/contracapa-mega-drive-definitivo/), que é bem mais completo do que este livro da coleção OLD!Gamer. Entretanto, a editora Europa entrega um material mais do que digno para servir de referência aos leitores e vale a pena ser conferido.

OLD!Gamer6

Depois tivemos um volume dedicado ao MSX, computador que foi amplamente utilizado para rodar jogos e que, ainda hoje, possui uma base de fãs incrivelmente fiel. Destaque para a parte que apresenta as gerações do hardware, contendo, inclusive, os modelos lançados no Brasil e algumas variações “exóticas” do sistema. São abordados 496 jogos.

OLD!Gamer7

O penúltimo livro do primeiro ano de publicação foi dedicado ao console que virou sinônimo de videogame: o Atari! A edição apresenta 474 jogos do primeiro grande console doméstico da história e apresento como grande atrativo da edição a parte dedicada à imensa variedade de modelos, licenciados ou não, fabricados no Brasil até hoje!

OLD!Gamer8

Encerrando a primeira temporada de publicações, temos a edição dedicada ao NES, também conhecido por Nintendinho. São abordados 650 jogos, a maior quantidade de games por volume da coleção. Destaque para os Famiclones (como são conhecidos os consoles não licenciados pela Nintendo), acessórios e as análises da plataforma que foi berço de diversas séries de jogos que até hoje são referência na indústria (Mário, Zelda, Megaman, Castlevania, Metroid).

OLD!Gamer9

Para o segundo ano a série tem livros dedicados ao Sega Saturn, Nintendo 64, NeoGeo, 3DO, Game Boy, já lançados, e Arcades Parte 1, previsto para novembro. Em breve falaremos sobre ela!

Uma terceira temporada já foi anunciada e será composta pelos seguintes volumes: Arcade Parte 2, Dreamcast, Turbografx, Playstation 2, Atari Jaguar, Game Boy Advance e PC Parte 1. E esperamos que não pare por aí!


pp

Mário Coelho Bessa

“Entusiasta de jogos eletrônicos desde os 5 anos de idade, quando ganhou seu primeiro videogame, um Atari 2600. Adora a geração de 16 Bits e, por causa dela, virou colecionador”